Como montar uma pequena gráfica?

Como montar uma pequena gráfica?

Categoria: Novidades

19/06/2017 às 08:38

Como montar uma pequena gráfica?                    

Assim como qualquer negócio, é preciso de muito estudo e planejamento. Com a grande recessão e crise que passa o Brasil, muitas pessoas têm se interessado em abrir novos negócios. Para montar uma pequena gráfica é preciso avaliar o mercado, definir o público que será atendido, a linha de produtos e serviços que serão oferecidos e fazer o orçamento dos equipamentos para dar início ao negócio. Vamos aos pontos importantes para montar uma gráfica pequena. Entenda muito mais e Saiba tudo sobre banner, faixas e lonas

Público Alvo

O primeiro ponto é definir para quem você irá trabalhar. Quem serão seus clientes? Definindo esse ponto, vem todo o resto, o orçamento para os equipamentos necessários, espaço físico necessário, plano de marketing, legalização da empresa, etc. Pensando em uma gráfica de pequeno porte, o foco deve ser nos clientes empresas físicas e em pequenas empresas ramos ligados ao comércio. Essa deve ser a área em que sua gráfica deve atuar!

Escolha de preferência pequenos clientes que consumam bastante e pesquise quais são os serviços gráficos de pequeno porte mais recorrentes para definir quem são seus clientes e montar uma estratégia para que ele passe a conhecer seu trabalho.

Quais serão os produtos e serviços oferecidos?

Depois de saber quem são seus clientes, é preciso definir os serviços e produtos que serão oferecidos para eles. Os produtos geralmente focados em clientes pequenos, público de gráficas pequenas, são convites diversos, cartões de visita, folders, impressão digital, dentre outros pequenos serviços. Uma dica, é criar produtos personalizados para festas de aniversário e casamento e também cartões de visita, folders, banners para diferentes tipos de negócios. Agradando assim tanto pessoas físicas quanto pequenas empresas.

Equipamentos para montar uma gráfica pequena

Os equipamentos são parte primordial para criação de uma gráfica pequena. O primeiro equipamento é uma impressora de mesa ou jato de tinta a laser, para que seus clientes possam ter uma noção do produto final. Uma impressora de produção também será necessária. O melhor modelo para o início é a offset. Esse tipo de impressora atende as necessidades de uma gráfica pequena, por imprimir tamanhos de A4 e A0 e pode ser monocromática, bicolor, quadricolor ou maior.

É preciso também um computador potente com todos os softwares gráficos para criação dos seus produtos. Além de móveis de escritório para acomodar os equipamentos, podendo ser apenas uma estação de trabalho ou bancada, um balcão para recepção e algumas cadeiras para acomodar clientes e funcionários.

Outros equipamentos necessários para o início, dependendo do tamanho da gráfica e objetivo, são uma guilhotina, uma plastificadora, uma máquina para verniz UV, um gravador de chapas, etc.

Quanto custa para abrir uma gráfica pequena?

O investimento inicial roda em torno de 150 mil reais, utilizados para compra dos equipamentos, aluguel de loja, abertura de empresa e capital de giro.

É importante saber também a quantidade de funcionários por que isso implica na forma jurídica da empresa, que tanto pode ser aberta como MEI, modo com impostos mais baratos e que dá permissão de um funcionário contratado e outras formas como empresário individual e sociedade limitada, por exemplos, modos com impostos mais caros, mas que permitem a contratação de mais funcionários.

E aí conseguiu entender melhor como abrir sua própria gráfica? Esperamos que sim. A Graficonauta realiza serviços de qualidade e excelência no ramo, e conta com profissionais experientes e ótimo custo-benefício, faça já um orçamento com a gente!

Top